Intercâmbio Graduação em Portugal

Espero poder auxiliar e esclarecer algumas dúvidas de pessoas que gostam de viajar e que querem saber um pouco mais sobre alguns destinos. Ahh… também ficaria muito grata em receber dicas de viagens dos meus leitores!

Então tá! Vamos começar pelo começo. Sempre amei viajar! Na verdade, viajar é uma prioridade pra mim. Perco horas planejando um novo roteiro. Este ano decidi fazer um intercâmbio de Graduação em Portugal e tive a oportunidade de fazer parte de uma outra cultura e claro… viajar um monte. Acredito que muitas pessoas querem ter a mesma experiência, mas muitas vezes não sabem nem por onde começar. Mas e aí?

Como faço para estudar um semestre em Portugal?

Primeiro, você deve ter a certeza de que realmente quer isso. Conhecer outra cultura, fazer parte dela, viver longe da família, dos amigos e de tudo aquilo que você tanto ama. O ano letivo em Portugal é diferente do nosso aqui no Brasil. O primeiro semestre letivo começa em setembro e acaba em fevereiro. O segundo semestre começa em fevereiro e acaba em julho. É possível se candidatar para os 2 semestres. Isso mesmo, se candidatar! Assim que as aulas começam, as Universidades abrem as candidaturas para o próximo semestre. Mas como assim? Por volta dos meses de setembro e outubro são abertas as candidaturas para estudar no período de fevereiro a julho do ano seguinte. E nos meses de maio e junho são abertas as candidaturas para estudar de setembro a fevereiro. Sabendo disso, escolha uma Universidade que te atraia e procure no site por candidaturas de mobilidade. Algumas Universidades brasileiras possuem convênios e acordos com muitas instituições de ensino na Europa. Procure o setor de mobilidade do local que você estuda e se informe a respeito. Eu fui para a Universidade de Coimbra (UC) por meio de um acordo que existe entre as Universidades, mas na UC existe um programa de mobilidade chamado Free Mover que facilita bastante a entrada de estudantes estrangeiros, uma vez que, não é necessário existir parceria entre as instituições.

Eu preciso pagar mensalidade?

É preciso pagar sim! Mas não se paga mensalidade como no Brasil. Lá o pagamento é feito por semestre. Se você for por meio do acordo entre as instituições, não precisará pagar nada. No programa Free Mover é necessário fazer o pagamento das propinas referentes às disciplinas que terá que cursar. O valor é estabelecido de acordo com a quantidade de créditos que cada disciplina tem, ou seja, pagará por cada crédito.

É mais caro ou mais barato que no Brasil?

Olha… no caso do curso de medicina é mais barato… muito mais barato! O semestre todo tem praticamente o mesmo custo de uma mensalidade. Acredito que para os demais cursos deve seguir a mesma lógica. Membros da UE também pagam propinas, mas para estrangeiros os valores são mais altos.

Quais documentos serão necessários?

Após a aprovação da sua candidatura, a instituição que você escolheu irá te enviar uma carta de aceite que será de extrema importância para dar entrada no Visto de Estudante. Antes mesmo de receber a sua carta, procure o Consulado de Portugal responsável pela sua região e se informe sobre toda a documentação necessária para tirar o visto de estudante, pois algumas regionais exigem documentos diferentes de outras. Você também vai precisar de um Seguro Saúde vigente por todo o período em que estará residindo no país, ou seja, do dia que você vai até o dia que você volta. Existem os seguros privados e o PB4 que é bem mais barato. Eu fiz apenas o privado! É importante comprovar renda também. Se você tiver conseguido alguma bolsa de estudos, ótimo! Poderá usar o comprovante da bolsa para comprovar renda.

images

Não esqueça de que precisa ter um passaporte!

Tirar este visto pode ser trabalhoso ou não! Tudo vai depender do Consulado de Portugal da sua regional e dos documentos que vão exigir de você. Mas de uma forma geral, prepare o bolso! Tem taxa pra pagar e uma infinidade de cópias autenticadas.

Tem como pagar mais barato na passagem pra Portugal?

Tem sim! É possível comprar passagens para estudantes em sites de empresas de intercâmbio. Comprei a minha pela CI Intercâmbio e consegui um super desconto. Mas tem uns pequenos detalhes… deve-se apresentar o comprovante do curso no exterior (carte de aceite) e ter idade entre 12 e 34 anos.

Onde Morar?

Perto da Universidade, sem dúvida! São infinitas opções. Casa de estudantes, repúblicas, apartamentos, quartos e suítes. Pode procurar e reservar antes de ir, ou chegar lá e escolher com calma. O problema é que após a aprovação da candidatura as pessoas já reservam seus alojamentos e se você esperar tempo demais acabará por ter poucas opções de moradia. Uma dica: há muitos anúncios em grupos no Facebook para aluguel (arrendamento) de moradia para estudantes. E quanto custa? Tudo vai depender do grau de conforto que você quer, mas em média gasta-se de 120 à 300€ com moradia e quase todos os lugares incluem internet e água no valor total. As despesas com eletricidade costumam ser pagas separadamente. Se você for morar em Coimbra, eu super indico o Loftapproach

Qual a melhor forma de levar meu dinheiro?

Certamente é abrindo uma conta em um banco local. Há a possibilidade de abrir uma conta de estudante e não ter preocupação alguma com taxas. Será necessário ter um NIF (como se fosse o nosso CPF). Tá, já abri a conta e agora? Se você já tiver trocado a moeda no Brasil e levado toda a grana com você, deposite! Mas, se como eu, você precisar transferir todo mês uma determinada quantia para sua conta, use o Transferwise. É a forma mais barata de transferir dinheiro da sua conta do Brasil para Portugal. Demora em média 3 a 4 dias úteis para os seus Euros caírem na conta e te deixar feliz.

O que levar na mala?

mala-1

Quando eu fui, as regras sobre bagagens nas companhias aéreas eram diferentes. Hoje só é permitido despachar 2 bagagens de 23kg cada uma, portanto tente levar apenas o essencial mesmo, caso contrário, não conseguirá voltar com muita coisa depois. Se você for no inverno, prepare-se! Faz mesmo muuuuito frio!! Não precisa se preocupar em levar muitas roupas quentinhas, pois é muito mais barato comprar agasalhos em Portugal, sem contar, que terão muito mais opções. Já que você estará se mudando para um outro país, é importante levar pelo menos uma roupa de cama e uma toalha na mala, caso você já tenha reservado alojamento antes de chegar. Algumas casas de estudantes já possuem estes itens, se informe antes de ir!

Sem sombra de dúvidas, leve tênis! Você vai usar ele para praticamente tudo. Tudo mesmo! Até pra ir pra balada. Se você faz uso contínuo de algum tipo de medicação, leve o suficiente para todo o período em que estará lá. As burocracias para compra de medicamentos são diferentes e alguns princípios ativos também. A dipirona, por exemplo, é uma medicação proibida. Se você costuma tomar, leve do Brasil com você!

Mulheres que gostam de andar sempre com a unhas apresentáveis, levem seus esmaltes e materiais para cuidar das unhas. Essas coisas são caras por lá! Nas lojas dos chineses é mais fácil encontrar alguns itens, e diga-se de passagem, tem loja “chingling” em toda esquina. Na verdade, eles vendem de tudo e se estiver precisando de algumas coisas, não hesite em procurar por uma dessas lojas. A chance de encontrar o que você quer é grande!

Caso comece seus estudos em setembro, ponha roupas leves na mala, pois nesse período ainda estará quente e você terá tempo para se adaptar ao frio e para comprar casacos lindos de inverno. Não esqueça de levar chinelos! A marca havaianas é bem cara na Europa.

Algo muito importante e que todo mundo esquece é o adaptador de tomada. As entradas são diferentes das nossas. Se não encontrar fácil no Brasil, compre lá em uma dessas lojas chinesas que eu falei.

E pra comer? É caro?

Portugal é o país mais barato da Europa, portanto, não é caro comer em Portugal. Acho que é até mais barato que no Brasil. No restaurante universitário é possível comer uma entrada (sopa), prato principal e uma sobremesa por cerca de 4€, e alguns restaurantes próximos a universidade também oferecem pratos universitários e o prato do dia por até 6€. Agora, se você deseja comer um prato mais elaborado, vai pagar mais caro, como em qualquer outro lugar do mundo.

Vale lembrar que em Portugal come-se muita carne de porco e muito peixe. Amantes de carne vermelha sofrem um pouco, já que a carne bovina é cara e não é saborosa como a nossa. Bacalhau tem em toda parte, inclusive no cardápio do “bandejão” da universidade. Se você gosta, aproveite para comer bastante! É possível encontrar comida brasileira facilmente. Tem até churrascaria rodízio!

bacalhau

A comida portuguesa é muito boa! E no supermercado é possível encontrar de tudo, até a nossa tão popular tapioca. Alguns itens mudam de nome, mas rapidinho você se familiariza e encontra o que gosta.

Para os intolerantes alimentares, como eu, é super tranquilo também. Produtos sem lactose e sem glúten são vendidos em todas as grandes redes de supermercados. Alguns restaurantes possuem um cardápio especial para restrições alimentares, um exemplo, é o tão famoso Mc Donalds. Isso mesmo… o Mc Donalds em Portugal tem um menu Gluten Free.

Espero ter esclarecido algumas das suas dúvidas!

Mandem suas dúvidas para ajudar a enriquecer as informações do blog para os leitores!

Serão feitas atualizações constantes desde post

10 comentários em “Intercâmbio Graduação em Portugal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s